20
jan
2015
Max Planck e Singer firmam parceria para curso de Design de Moda
Postado por: | Categorias: Educação

.

.

Laboratório de costura foi patrocinado pela empresa e já está disponível para os alunos ingressantes 

A parceria entre Faculdade Max Planck de Indaiatuba e a empresa Singer, que hoje permite a contratação de estagiários de diversas áreas para treinamento em sua unidade em Indaiatuba, ganhou força, este ano, com o contrato assinado este mês, e que viabilizou a montagem do laboratório de costura para o curso de Tecnologia em Design de Moda. O anúncio aconteceu nesta terça-feira, 20, durante coletiva de imprensa. Na ocasião estiveram presentes o diretor de unidade da Faculdade Max Planck, o professor Kleber Rodrigues, a coordenadora do curso de Design de Moda, a professora Cristina Morais, e a coordenadora de Comunicação da Singer, Milena Olivati Modesto Fratin.

Para a Singer, investir nesta parceria com a Faculdade Max Planck visa contribuir para o enriquecimento do curso que está se iniciando agora. Com o laboratório de costura, os estudantes terão à sua disposição máquinas de costura reta, overloque, vaporizador e ferro de passar, ferramentas primordiais para sua formação prática. A Sala Singer, como é denominado o laboratório, já está pronta e conta com 10 máquinas de costura doméstica modelo Facilita Pro 5523, uma máquina Ultralock 14SH, que é para fazer acabamento, um ferro de passar roupas modelo SNG 5.12 e um vaporizador SteamWorks Pro.

De acordo com a coordenadora do curso, a professora Cristina Morais, durante os dois anos da graduação o aluno terá a possibilidade de vivenciar, na teoria e na prática, as diferentes áreas de atuação de um profissional formado em Design de Moda, e atuar, com tranquilidade, em todas elas, já que a grade curricular é composta por disciplinas práticas e específicas, e abordará desde a criação até o ponto de venda, passando por áreas como desenvolvimento de coleção, laboratório de costura, desfile, consultoria, entre outras que compreendam o universo de atuação do profissional.

Além disso, para que haja uma rápida inserção no mercado de trabalho, a cada módulo cursado na Max Planck, o aluno receberá um certificado, que equivale ao de assistente de Criação, que lhe possibilita, mesmo sem ter terminado o curso ainda, atuar na área, paralelo a isso, ainda há o amparo da instituição com foco para a inserção dos alunos ao mercado de trabalho, com o Núcleo de Carreiras (NUCA).

As aulas ainda nem começaram e o curso já promoveu sua primeira ação. Uma das alunas inscritas para cursar Moda, a estudante Yara de Mello, foi convidada a participar de uma consultoria de imagem. A proposta, segunda a coordenadora do curso, foi mostrar como um olhar treinado de um profissional de moda pode contribuir para adequação da personalidade de uma pessoa às necessidades de seu dia a dia, ou seja, como passar a imagem que cada um gostaria ou precisaria através de vestuário, cabelo, maquiagem, em resumo, da sua aparência externa ou estética. O resultado será apresentado nesta sexta-feira, 23, a partir das 19h30, durante o lançamento oficial do curso, que acontece no espaço de convivência da Faculdade Max Planck, com participação dos alunos inscritos e parceiros da produção, que são as marcas Vizzent Calçados, Gê Beleza, Eva Maria, Gemini Store, Impacto e Nab Perfumaria.

MERCADO De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), a indústria da moda brasileira reúne em torno de 30 mil empresas formais, movimenta cerca de R$ 50 bilhões ao ano e emprega 1,7 milhão de pessoas de forma direta e outras oito milhões de forma indireta, e ainda representa 16,4% dos empregos e 5,5% do faturamento da indústria de transformação. Além disso, o Brasil é, atualmente, referência mundial em design de moda praia, jeanswear e homewear, e vem se projetando, também, nos segmentos de fitness e lingerie.

Números do setor no Brasil – referentes ao ano de 2013 (Fonte: ABIT)

  • Faturamento da cadeia têxtil e de confecção: US$ 58,2 bilhões;
  • Exportações (sem fibra de algodão): US$ 1,26 bilhão
  • Importações (sem fibra de algodão): US$ 6,76 bilhões
  • nvestimentos no setor: US$ 1,6 bilhões (estimativa)
  • Produção média de confecção: 9,8 bilhões de peças; (vestuário + cama, mesa e banho);
  • Segundo maior empregador da indústria de transformação, perdendo apenas para alimentos e bebidas (juntos);
  • Segundo maior gerador do primeiro emprego;
  • Quarto maior parque produtivo de confecção do mundo;
  • Quinto maior produtor têxtil do mundo;
  • Segundo maior produtor e terceiro maior consumidor de Denim do mundo;
  • A moda brasileira está entre as cinco maiores Semanas de Moda do mundo;
  • Autossustentável em sua principal cadeia, que é a do algodão, com produção de 1, 5 milhão de toneladas, em média, para um consumo de 900 mil toneladas;
  • Com a descoberta do Pré-sal, o Brasil deixará de ser importador para se tornar potencial exportador para cadeia sintética têxtil mundial;
  • O Brasil é, ainda, a última cadeia têxtil completa do Ocidente, já que produz das fibras, como plantação de algodão, até os desfiles de moda, passando por fiações, tecelagens, beneficiadoras, confecções e forte varejo;
  • Indústria tem quase 200 anos no País.

VESTIBULAR O Vestibular para o curso de Tecnologia em Design de Moda da Faculdade Max Planck já está com as inscrições abertas. Os interessados podem acessar o site no endereço http://www.seufuturonapratica.com.br/max ou solicitar informações pelo telefone (19) 3885 9900.

Sobre a coordenadora do curso 

A professora Cristina Morais é jornalista, produtora de moda, pesquisadora de tendências e coolhunter, especialista em Moda pela ESAMC (Escola superior de administração, marketing e comunicação) e pela FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), e designer de acessórios pela Faculdade Santa Marcelina. Graduada em jornalismo pela FIAM (Faculdades integradas Álvares Machado), com várias especializações nas áreas de comunicação e moda é ainda professora de cursos de Moda e Comunicação e tem larga experiência no mercado de moda, com ênfase em criação e desenvolvimento de coleções, pesquisa de comportamento, tendências e coolhunter. Atua como professora e coordenadora de cursos de graduação, pós-graduação e MBA em conceituadas instituições. Também é editora do blog Ateliê de Novidades, consultora e produtora de moda, coolhunter da Ayr Consulting Trends & Innovation e representante no Brasil do TRC (Trends Research Center).

Sobre a Faculdade Max Planck

Incorporada ao Grupo Polis Educacional em 2008, a Faculdade Max Planck cresce a um ritmo impressionante e hoje conta com mais de quatro mil alunos. Investimentos maciços em ampliação e modernização estão sendo destinados para agregar ainda mais qualidade aos cursos de graduação oferecidos pela instituição e consolidá-la, a cada dia, como um dos principais polos de excelência em ensino superior da RMC. Focada na formação profissional baseada na vivência prática da carreira, a Faculdade Max Planck se vale de aulas em laboratórios, visitas técnicas, projetos sociais, Programa de Iniciação Científica, vinculado a projetos de pesquisa, atualização constante dos alunos por meio de seminários, palestras e workshops com convidados especiais e Programa de Orientação ao Estudante (PROE), entre outras ações. O campus da Faculdade Max Planck está localizada à avenida 9 de Dezembro, 460, Jardim Pedroso, Indaiatuba. Mais informações pelo telefone (19) 3885 9900.

Sobre a Singer

Presente em mais de 150 países, a Singer é a maior fabricante mundial de máquinas de costura doméstica e é líder de mercado em todos os segmentos de atuação. Única marca de máquina de costura com fábrica no Brasil, possui um portfólio amplo de máquinas de costura doméstica e industrial, acessórios, agulhas para máquinas de costura e óleo multiuso, destacando-se principalmente pela inovação e qualidade. Mais informações sobre a Singer no site www.singer.com.br ou pelo facebook Singer Brasil. A Singer mantém ainda parceria com as principais faculdades de moda do País, por meio destes laboratórios, que permitem aos estudantes a prática ainda durante o curso. Além disso, a empresa apoia os desfiles realizados por estas faculdades na conclusão dos cursos, premiando com máquinas de costura os primeiros colocados nos concursos realizados pelas instituições.

Professor Kleber Rodrigues (diretor de unidade Max Planck), professora Cristina Morais (coordenadora do curso de Design de Moda Max Planck) e Milena Olivati Modesto Fratin (coordenadora de Comunicação da Singer)

Professor Kleber Rodrigues (diretor de unidade Max Planck), professora Cristina Morais (coordenadora do curso de Design de Moda Max Planck) e Milena Olivati Modesto Fratin (coordenadora de Comunicação da Singer)

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA
Armazém da Notícia
Samanta De Martino
Gestora de Comunicação
(19) 3017 67 40 / (19) 7803 0860