7
jan
2015
Miss Indaiatuba passa por capacitação do Programa Viver da Prefeitura Municipal
Postado por: | Categorias: Concursos, Solidariedade

.

DSC04342Concurso apoia causas sociais e o desenvolvimento humano

O concurso Miss Indaiatuba 2015 foi lançado em dezembro do último ano trazendo como novidades a nova organização da Loggar Entretenimento e o envolvimento com causas sociais em evidência na cidade.

Foram selecionados três ações principais: Projeto K-Life de orientação a adolescentes, Combate aos Maus Tratos aos Animais e o Programa Viver da Prefeitura Municipal de Indaiatuba, que une diversas frentes de trabalho no combate às causas relacionadas ao consumo de drogas.

Durante a tarde desta terça feira, 6, Ester Coutinho eleita Miss Indaiatuba em 2014, participou da primeira etapa da capacitação no Programa Viver, onde conheceu as etapas de trabalho, metodologias e a integração de diversos trabalhos no combate às principais causas sociais no consumo de drogas.

O primeiro contato da Miss Indaiatuba com o Programa Viver aconteceu na Secretaria de Desenvolvimento com a coordenadora do programa Kelly Pazini. “Como estudante de psicologia me sinto muito à vontade com o tema, é algo que melhora a sociedade e a integração de secretarias e esforços que a Prefeitura organizou no Programa Viver são sensacionais para a melhora do indivíduo com problemas e toda a comunidade que o rodeia”, comenta Ester Coutinho.

DSC04323

DSC04355

O programa multidisciplinar é ao mesmo tempo simples, inovador e de grande eficácia, que organiza as iniciativas existentes na comunidade. As ações deixam de ser isoladas. Para toda essa coordenação foi criada a Central de Risco, composta por funcionários qualificados e um software de última geração. Assim que recebe a indicação de uma pessoa vulnerável, ela envia uma equipe treinada do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) para referenciar e acolher a família.

Com todos os dados em mãos, os profissionais traçam um Plano de Atendimento específico levando em conta o local da residência e projetos existentes no banco de dados. Essa pessoa é convidada a participar desse Plano. Mensalmente ela é acompanhada para avaliação, revisão e alterações no programa, até seu desligamento ou necessidade de outras intervenções.

O Programa Viver foi estruturado sobre cinco premissas básicas: proteger crianças e adolescentes que não estão envolvidos com as drogas; recuperar os iniciantes, que devem ser reintegrados à vida produtiva e saudável; trabalhar a drogatização considerando a necessidade de recuperar dependentes químicos como missão da sociedade; combater com ações permanentes e enérgicas o traficante e o fornecedor de entorpecentes. O sucesso do programa está diretamente vinculado à participação de toda a sociedade.

“Estamos com crescimento bastante significativo em nove meses de trabalho, o número de atendidos tem crescido e cada vez mais empresas privadas, ONGs e organizações estão se integrando ao Programa.”, ressalta Kelly Pazini.

A Miss Indaiatuba, está com visita agendada para conhecer os atendidos e os centros de auxílio aos atingidos pelas drogas, onde poderá conhecer de perto as ações do Programa Viver.